Close

Scholas Portugal: Young people’s creativity unfolds in Cascais

Scholas Portugal: Young people’s creativity unfolds in Cascais

Children between 11 and 13 years of age from the Scholas Portugal community held an artistic activity on August 23 and 24 at the Cascais headquarters, in partnership with the Helpo association and with the support of the Cascais Chamber of Commerce.

Six participants of the “Brinca” program of the Helpo association came to Scholas to meet through artistic language. Together they created and painted a mural in which the children captured their emotions and experiences on canvas, sharing their stories, fears, passions and joys.

Matilde, one of the creators of the mural, highlighted the fact of being able to express themselves through art and not just practice copying things already created. She affirms: “When we paint, for example, a flower, and we have to make the flower the same, we are just copying”; her partner Tiago reinforces her idea: “we were not able to express ourselves well on paper in that way, (now we do)”.

This was Scholas’ first experience with the Helpo association, a non-governmental development organization that has been active since 2008 in Portugal, Mozambique, São Tomé and Príncipe and Guinea-Bissau, to promote development through education and nutrition.

The Scholas community in Portugal is already planning new joint activities. Both institutions count on the support of the Cascais Municipal Chamber to carry out their mission.


Texto em português

Scholas Portugal: A Criatividade Juvenil Ganha Cor em Cascais

Nos dias 23 e 24 de agosto, foi realizada uma atividade na sede de Scholas Portugal, em Cascais, onde jovens com idades entre os 11 e os 13 anos, realizaram um mural em conjunto.

Seis participantes do programa “BRINCA nas Férias de Verão” da associação Helpo, dirigiram-se até à Fundação Scholas para se encontrarem através da expressão artística. Juntos criaram e pintaram um mural, onde refletiram sobre as suas emoções e experiências através de uma tela; partilharam histórias, medos, paixões e alegrias.

Matilde, uma das criadoras do mural, destacou o facto de se poder expressar através da arte e desta não ser apenas uma forma de copiar algo que já tinha sido criado. Afirma: “Quando pintamos, por exemplo, uma flor e temos que desenhar uma flor igual, só estamos a copiar” e o seu colega Tiago reforça: “Não nos conseguimos expressar bem no papel dessa forma (a copiar)”.

Esta foi a primeira experiência de Scholas com a associação Helpo, uma associação não governamental que foi fundada em 2008 em vários países como Portugal, Moçambique, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe, com o objetivo de promover o desenvolvimento através da educação e da nutrição.

Esperamos que em breve possamos fazer novas atividades em conjunto. Ambas as associações contam com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, que é fulcral para levar a cabo as suas missões.